Menu

O que você precisa saber sobre a

XIAOMI

Mas porquê escolhemos Xiaomi?

Isso é fácil, ela é simplesmente uma das 5 maiores empresas de smartphones no mundo (2017), apesar de ser pouco conhecida no mercado ocidental ela tem uma base sólida no oriente e se destaca através da venda e marketing pela internet, possuindo um número baixo de lojas físicas. Além disso acreditamos que a empresa compreende bem sua dimensão e lida com o mercado de maneira inovadora.

Conheça um pouco mais sobre a Xiaomi

Características da Organização

Visão geral

Xiaomi é uma empresa baseada em internet que vende smartphones e smart-hardware conectados a uma plataforma de internet das coisas.

Estrutura de negócio

A Xiaomi se esforça para obter economias de custo para assim entregar aos seus usuários o melhor valor. Seu poderoso processo de negócio consiste em três pilares sinérgicos: (i) hardware inovador, de alta qualidade e bem projetado, focado na experiência do usuário, (ii) novo varejo altamente eficiente, permitindo que seus produtos tenham preço acessível, (iii) provisão de serviços online para seu usuário.

Hardware

A Xiaomi oferece uma ampla gama de produtos de hardware desenvolvidos internamente ou em colaboração com os parceiros de seu ecossistema. Inovação, qualidade, design e experiência do usuário estão enraizados em todos os produtos independentemente de serem desenvolvidos internamente ou em colaboração com os parceiros. Continuar lendo

Novo Varejo

A Xiaomi fornece serviços online para dar aos usuários uma experiência completa de internet móvel. MIUI, seu sistema operacional baseado no Android funciona como uma plataforma aberta para fornecer uma ampla gama de serviços de Internet, como: conteúdo, entretenimento, serviços financeiros e ferramentas de produtividade Continuar lendo

Serviços da Internet

A plataforma de distribuição omni-channel (integração de lojas físicas, virtuais e compradores) é um componente essencial de sua estratégia de crescimento, permitindo-os operar de maneira eficiente, ao mesmo tempo em que ampliam o alcance e aprimoram a experiência dos usuários. Se concentram nas vendas on-line Continuar lendo

Cultura/Ambiente

Sob a liderança de Lei Jun, a Xiaomi foi fundada em 2010 por um grupo de engenheiros e designers talentosos, que acreditavam que produtos e serviços de alta tecnologia deveriam ser acessíveis ao mundo. Para conseguir isso, estamos inabaláveis em nossa busca por avanços em inovação, qualidade, design, experiência do usuário Continuar lendo

Objetivos Organizacionais

A Xiaomi com apenas 8 anos já se destaca no mercado, não apenas por seus números, mas por sua organização. Não há como negar sua excelência operacional, a ligação estreita com seus clientes e que suas tomadas de decisão são ótimas para empresa e também para os clientes.

Relação com tópicos abordados na aula

Excelência operacional

Vimos no Brasil em 2015, como ocorreram as vendas dos smartphones da empresa. Em alguns minutos esgotaram-se os estoques conforme o planejado, entretanto, o site ficou sobrecarregado Continuar lendo

Relacionamento estreito

Outro modo de observar esse laço, é o compromisso com o preço justo, e a proximidade nas redes sociais. O Hugo Barra* (ex-responsável pela expansão global da empresa) Continuar lendo

Novos produtos, serviços e modelos

A Xiaomi, segundo o Hugo Barra, da o exemplo do ciclo do desenvolvimento do MIUI, que é a interface do android para os celulares da empresa: “Sexta é enviado para a comunidade beta, Continuar lendo

Melhor Tomada de decisão

É visível o destaque na tomada de decisão; um exemplo é a vinda e a saida do Brasil, com a chegada da empresa no Brasil, buscando um mercado novo, que já haviam muitos fãs Continuar lendo

E-businees, E-commerce, E-government

A Xiaomi utiliza majoritariamente a internet para todo o seu processo de negócio. Na área de desenvolvimento, a comunidade através de opiniões dadas nos fóruns, ajudam a empresa Continuar lendo

Forças competitivas de Porter

A xiaomi, através de dispositivos com bom desempenho e preços acessíveis, supera muitos de seus concorrentes. Com a crescente demanda de tecnologia, novas empresas surgem a todo momento. Continuar lendo

Galeria

Principais lançamentos de sucesso

Bicycle
Mi band 2

Pulseira Fitness

Shutterbug
Redmi Note 2

Principal linha de entrada

Minimalismo
Material para escritório

A Xiaomi completo o mercado como um todo

Skaterboy
Redmi Note 4

Intermediário 2017

Salad
Fã Club

Mascote MITU conhecido por Mi Rabbit

Com a palavra

  • Para cumprir a nossa missão, nos comprometemos com os nossos usuários existentes e potenciais que, a partir de 2018, o negócio de hardware da Xiaomi (incluindo produtos smartphone, internet das coisas e estilo de vida) terá uma margem de lucro líquido global que não excederá 5% ao ano. Se a margem exceder 5%, devolveremos o excesso acima de 5% para nossos usuários

    Jun Lei
    Jun Lei CEO, XIAOMI.
  • Nós aspiramos a perfeição em todos os detalhes, mesmo que os outros não percebam imediatamente. Nossa sinceridade nos leva a colocar nossos usuários no centro de tudo que fazemos e a ouvir atentamente todos os seus pedidos. Isso nos motiva a buscar eficiência em nosso modelo de negócios, a fim de fornecer continuamente aos nossos usuários um valor inigualável

    Hugo Barra
    Hugo Barra VICE PRESIDENTE, XIAOMI(2016)

Modelo de Negócio da Xiaomi


A Xiaomi diferentemente de suas concorrentes não tem seu foco de lucro no hardware e sim em serviços (como a venda de aplicativos), sendo assim, pode-se observar que os valores de seus celulares são inferiores aos valores de mercado exercidos por outras marcas, isto porque a empresa vende seus celulares quase a custo de produção sem comprometer a qualidade dos componentes e a performance.

Outro fator importante para o barateamento dos seus celulares é a questão de que a Xaomi tem seu foco na venda através da loja online, o que elimina as taxas de distribuição. Além disso, a Xiaomi também utiliza como principal método de marketing as redes sociais, uma publicidade mais barata, porém eficiente.

Na parte de estoque, a Xiaomi assim como outras empresas na China, produz uma quantidade limitada de produtos e coloca os dispositivos à venda com grande alarde nas redes sociais, criando assim a necessidade de comprar antes de acabar os estoques. Como exemplo, temos a primeira leva do Xiaomi Mi4, que foi esgotada em apenas 37 segundos em 2015.

Na área de desenvolvimento, pode-se observar uma forte atuação de seus clientes através de feedbacks. Por exemplo, a Xiaomi disponibiliza a versão beta de uma atualização de software futura para as pessoas baixarem, e através do fórum estas reportam problemas, bugs que foram encontrados para que possam ser corrigidos antes que esta atualização entre em vigor. Ver Estrutura da Empresa